quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Duas Luas


Esse meu céu...
Seria tão vazio sem ti
Mas fui contemplada com o melhor presente que poderia existir
O teu brilho!
É o mais luminoso;
O mais caloroso
;
E que me proporciona uma alegria indescritível
Só em observar.
És a Lua mais bela que eu poderia ganhar!
E se algum dia os meus olhos se confundirem
E se perderem entre o céu estrelado,
Lembrarei das noites chuvosas
Em que você esteve ao meu lado,
Sempre!
E nunca deixou de brilhar,
Ainda que eu, por algum motivo, não pudesse notar.
Obrigada pelo teu calor;
Pelo teu amor;
E por iluminar sempre os meus dias, os meus caminhos e a minha vida!
Amo-te, Lua.
(Laiana Vieira)

Um comentário:

lu disse...

Oh Lai... Me emocionou viu!
Mas sou eu quem tenho que agradecer por tudo que tu é pra mim. Se eu sou a tua Lua, pode ter certeza de que tu és o meu Céu e repleto de estrelas que sempre me ajuda a iluminar quando me sinto fraca.
Amei muito maninha.
Muitos e muitos beijos.
Obrigada.
Te amo infinitamente.