sábado, 28 de junho de 2008

ERA UMA VEZ OS CONTOS DE FADAS...

A maçã tinha veneno de rato;
O príncipe estava ocupado,
Traiu a princesa
Que não era princesa;
Os anõezinhos não paravam de trabalhar;
A casa não era de chocolate,
E Maria quebrou o dente;
João desapareceu,
Na verdade foi seqüestrado;
A bruxa era canibal;

A casa caiu;
Os porquinhos viraram churrasco;
O boneco de madeira
Foi pra fogueira;
E o lobo não era mau,
Ele tinha fome;
Alice morreu mesmo;
O mágico usava truques;
O cabelo caiu junto com as tranças;
O pé de feijão era muito pequeno;
Depois da meia noite

A Cinderela, cansada, foi dormir.

Os contos de fadas se foram
O que restou foi o FIM.


Que triste para as futuras gerações!


(Laiana Vieira).

2 comentários:

lu disse...

Ôh Lai, essa foi chocante...
Apesar de, infelizmente, ser a verdade de hoje em dia.
Será que eu ainda consigo que meus filhos conheçam os contos onde existia a felicidade para sempre???
Acredito que a fantasia é muito importante na construção da personalidade das pessoas, as crianças precisam ser ainda crianças...
Não vamos deixar que os contos de fadas cheguem ao fim não.
Lembra que vc me pediu pra que a gente nunca deixasse nossa criança morrer?? Então...

Aldy disse...

Sensacional

Aldy